Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Noções de Versificação


               
O Verso : é cada uma das linhas de um poema.
A estrofe: é um conjunto de versos formando uma unidade gráfica e, geralmente, um sentido completo.
                . as estrofes de versos têm nome de acordo com o número de versos que as forma:
                 dístico - dois versos
                 terceto -  três versos
                quadra  - quatro versos
                quintilha - cinco versos
                sextilha - seis versos
               sétima  - sete versos (  raramente se usa o nome)
               oitava - oito versos
               nona - nove versos  (  raramente se usa o nome)
              décima - dez versos
 A  RIMA   - é a igualdade ou semelhança dos sons nas últimas vogais acentuadas  ( e fonemas que as seguem) de vários versos.              . Rima Emparelhada :  aabb                                             Rima Cruzada ou Alternada: abab
                       Terra vista dos astros breve e nua                                  Sonhei com lúcidos delírios
                       na luz de azebre flutua                                                     À luz de um puro amanhecer
                       lembrando qualquer coisa violada                                    Numa planície onde                                                                                                                      cresceram lírios
                       que à lenta luz boiasse, abandonada.                               E há regatos constantes a                                                                                                                             correr.
                                                        Carlos de Oliveira                               Sophia de M. Breyner                                                                                                                          Andresen
              .Rima Interpolada: a--a       
                                              
                    Menino de Timor, está triste?
                    Porquê?... - Não tenho com que brincar!
                    Nem com quem!...Já não posso falar!...
                    A minha terra correste e viste.
                                      Jorge Barros Duarte
ESQUEMA RIMÁTICO  : atribui-se uma letra a cada rima, pela ordem das letras do alfabeto. Por exemplo o esquema rimático deste poema de Miguel Torga é :abba //    cdcd //    ebeb
           
 Foi um sonho que eu tive:              O menino tinha lançado a estrela                Mas tão alta subiu
Era uma estrela de papel,               Com ar de quem semeia uma ilusão;          Que deixou de ser estrela de papel
Um cordel                                      E a estrela ia subindo, azul e amarela,        E o menino, ao vê-lo assim, sorriu
E um menino de bibe.                      Presa pelo cordel à sua mão.                    E cortou-lhe o cordel.
                                                                                   Miguel Torga, Diário I, in Antologia Poética

Nenhum comentário: